sábado, 16 de maio de 2009

HOMENAGEM AO MEU AMIGO THEO

I
A um grande conterrâneo
Quero homenagear
Uma honra para mim
Seu nome pronunciar
É o meu amigo Theo
Que aqui eu vou falar.
IIVeio do mesmo lugar
Cidade onde nasci
Chamada de Caraúbas
Lá foi onde eu vivi
E no meu amigo Theo
Um grande homem eu vi.
III
Alergia eu senti
Conhecer esta figura
Um amigo e colega
Esta grande criatura
Meu colega de trabalho
Juntos lá na Prefeitura.
IV
Em uma batalha dura
Eu era o tesoureiro
Theo no Setor Pessoal
Trabalhava de primeiro
Chefe daquele setor
Este grande companheiro.
V
No destino por inteiro
Aqui vimos residir
Na cidade de Brasília
Para na vida seguir
Cada um no seu caminho
Uma vida construir.
VI
Do princípio ao partir
Saiu da nossa cidade
O lugar que hoje lembra
Theo com bastante saudade
Onde amigos deixaram
Todos com sinceridade.

VII
Hoje Theo com a vontade
As relíquias são guardadas
As fotos de Caraúbas
Por ele colecionadas
E no seu computador
Elas são armazenadas.
VIII
Por ele são bem cuidadas
Ele faz com alegria
A exemplo do seu pai
Homem de muita harmonia
Guarda tudo direitinho
Pois sem Theo nada seria.
IX
Eu não sei se Theo queria
Residir em Brazlândia
Taguatinga ou Águas Claras
Guará ou Candangolândia
Preferiu o Setor “O”
Bairro simples da Ceilândia.
X
Ele mora na Ceilândia
Lá fez sua residência
Mora com sua família
Com a sua paciência
A cultura do Nordeste
Traz na sua competência.
XI
Considero Excelência
Para mim autoridade
Pelo seu grande talento
E sua capacidade
Também eu vejo em Theo
Um amigo de verdade.
XII
Homem de honestidade
Bom caráter ele tem
Uma boa educação
Procura fazer o bem
Conservar as tradições
Para ele lhe convém.

Brasília-DF, 16.05.2009
Ilton Gurgel, poeta.

2 comentários:

THEO DE BRITTO disse...

Meu grande Amigo Poeta Ilton...Falta-me palavras, para agradecer, tão Nobre Homenagem, muito obrigado Amigo, Irmão e Coimpanheiro, que DEUS TE DÊ TUDO QUE ALMEJAS EM TUA VIDA...TU ÉS UMA REÍQUIA DE NOSSO NORDESTE.UM GRANDE ABRAÇO AMIGO..

netinha disse...

em meu nome e tb em nome de Théo q é meu primo e afilhado,quero agradecer a honrosa homenagem feita a ele............realmente noto q Théo morre de saudades da terrinha querida .........infelizmente ele optou por morar na capital federal mas tenho certeza q ele gostaria de vir morar aqui um dia .........e quem sabe?