sábado, 11 de agosto de 2012

HOMENAGEM A TIO MÁRIO GURGEL.




I

De um grande patriarca

Hoje eu quero falar

Teve a sua origem

No Estado Potiguar

Lá na Fazenda Varzinha

Que jovem pôde morar.

II

Para eu qualificar

Com todos os seus valores

Mário Gurgel Fernandes

Momentos encantadores

Tendo Cândido e Eulina

Como os seus genitores.

III

Para Deus honro louvores

Pela vida de Tio Mário

Tendo sete de Janeiro

Data de aniversário

No ano de vinte e quatro

Marcado no calendário.

IV

Nós sabemos que Tio Mário

Foi um grande pioneiro

Na construção de Brasília

Onde trabalhou primeiro

Simples e organizado

Seu trabalho era certeiro.

V

Escolheu por Marceneiro

Sua grande profissão

Talento tinha de sobra

Também organização

Tudo que ele fazia

Tinha determinação.

VI

Ainda lá no Sertão

Com a prima namorou

A Francisca Iaiá

Que com ela se casou

No Distrito Federal

A família formou.

VII

Toda paz o encontrou

Por isso era feliz

Com a vida estruturada

Do jeito que ele quis

Tendo por filhos Eulina

E Francisco de Assis.

VIII

Seguindo sua raiz

Dois netos o integrou

O Natan e a Bianca

Na sua vida marcou

Genro e nora em sua vida

Ciro e Zilda que chegou.

IX

Em Brasília trabalhou

Até se aposentar

No Hospital HUB

Profissão desempenhar

Gostava do que fazia

Não cansava de lutar.

X

No DF pra morar

Escolheu uma cidade

Por nome de Taguatinga

Viveu com vivacidade

Sendo a QNG

A sua localidade.

XI

Tinha muita afinidade

A família que tinha

Dando o total apoio

Quem para Brasília vinha

A pessoa ao lado dele

Nunca ficava sozinha.

XII

Esta homenagem minha

É em nome da família

Gurgel, Amorim, Fernandes...

No Nordeste ou em Brasília

Saudoso Mário Gurgel

Construiu no seu papel

A casa com a mobília.

Brasília-DF, 11.08.2012.

Ilton Gurgel, poeta.







Um comentário:

Unknown disse...

Primo fiquei muito emocionada com grandes palavras que ilustraram muito bem o meu querido pai "Mário Gurgel Fernandes". Beijos e Grata.